8 de jul de 2013

Trip 4# Festa de San Fermín!


Algum dia na vida de vocês, houve uma festa muito legal e que ficou marcada na memória pra sempre? Na minha teve: foi a "Fiesta de San Fermín". Todos os anos na cidade de Pamplona (ou em Basco: Iruña) é comemorado a festa do São Firmino, co-padroeiro da cidade. A abertura oficial é no dia 6 e é mais ou menos assim: todo mundo vai pra frente da prefeitura da cidade e, segurando com as mãos pra cima o "pañuelo" (um pano vermelho, tipo uma bandana) esperam o lançamento de um fogo de artifício que representa o inicio da festa na cidade. E depois disso é vinho, muuuuuito vinho que a galera joga em cima dos outros pra manchar de vermelho a camiseta branca. 
São 9, NOVE, N-O-V-E dias de festa sem parar, com todos os bares e baladas abertos 24hs, com gente na rua virando a noite como se não houvesse sono e o melhor: todo mundo se divertindo em paz. Em todos os dias de festa eu não vi uma briga sequer, nem nada que envolvesse a polícia pra poder contar história. E o melhor: é festa à céu aberto, todas as ruas são tomadas por pessoas do mundo inteiro! Em paz! Você pode entrar na balada que quiser, no bar que quiser, fazer a farra que quiser, que ainda assim você vai ser só mais um louco turista se divertindo em San Fermín. 


Cartaz do momento mais desagradável da festa, que acontece na Praça dos Touros.


"Festa" no sentido mais literal da palavra. Diversão. Alegria. Emoção. Pra vocês terem uma idéia, TODAS as ruas da cidade ficam como nessa fotos lotadas de gente. Parecia um mar invadindo a rua, tinha gente nas sacadas, na calçada, em cima do ombro do irmão... simplesmente ninguém consegue deixar essa emoção contagiante de fora. 


Em San Fermín não tem ingresso, nem nenhum tipo de barreira pra separar você de algum estabelecimento. Pelo contrário: tudo lá é aberto ao público, o único problema é achar bar com mesa disponível.
Nas ruas existem os desfiles dos grupos musicais, que vão levando as pessoas pra outros pontos da cidade. Sempre usando trompetes, flautas e esses bonecos gigantes, são eles quem animam a festa e vão puxando o coro das músicas. São canções super tradicionais da festa, como eu não sabia nenhuma então eu só gritava "uhuuul!" mesmo.



 Seu recalque bate no meu heart shaped sunglass e volta! E tira o olho do meu boy.


Turistas doidões que estavam atrás da minha turma: eles não sabiam as letras das músicas e gritavam "uhuuul!" também. "Say 'hi' to Brazil, guys!" 




 Look do dia em Sanfermines
Calça e keds: Primark
Óculos: vendedor ambulante
Moletom: roubado do primo do namorado pois estava morrendo de frio e só tinha casaco preto (e não pode preto!)


Na verdade, não se pode usar nenhuma cor que não seja o branco e o vermelho, e eu te explico o porquê: 
Pamplona é uma cidade que fica na província de Navarra, que é um território (historicamente) com cultura Basca. E eu já falei aqui várias vezes nos outros posts de viagem, mas os Bascos tem uma completa relação de "rivalidade" com os Espanhóis, por toda a história que tiveram com a guerra e tudo mais. Logo, deixar de usar as cores da festa é praticamente uma afronta. E você deve respeitar isso, afinal, não está no seu território. Usar amarelo, por exemplo, acaba misturando "amarelo e vermelho", que é a bandeira da Espanha... e aí pode ser interpretado de um jeito ofensivo pela parte dos bascos "independentistas" do lugar.



Poréééém, hoje em dia a tradição das touradas é puramente ligado com o sentimento Espanhol, o que faz muitas famílias bascas não participarem desses momentos na festa. A família do meu namorado por exemplo, abomina a participação dos touros (mais pela tortura no animal que pelo sentimento de identidade basca), mas há famílias de Pamplona que tendem à cultura espanhola e acabam apoiando e festejando essas atividades.


Encierro:
São as corridas dos touros, que acontecem diariamente à partir do dia 7 de julho até o último dia de festa. Os touros percorrem cerca de 800m. e é onde os homens corajosos vão correndo na frente deles. Começa as 8 da manhã e dura apenas 3 minutos. Essa parte não é vista de forma cruel, pelo menos não pra mim e pra boa parte da população. Dizem até que todo homem deve pelo menos uma vez na vida, correr de um touro no Encierro. Meu sogro já correu, eita coragem pra correr de um bicho de 700kg hein! 

Touradas: essa sim é a crueldade da festa e eu prefiro nem entrar em detalhes. As touradas começaram há séculos atrás, como uma forma se sacrifício ao culto da fertilidade. Pra vocês terem uma idéia de como isso é criticado hoje em dia, na abertura de San Fermín há sempre dezenas de protestos tentando acabar com as touradas. Eu sei que é cruel, mas é a tradição deles. A gente tem uma visão, mas é uma cultura tão antiga praquela cidade, que fica difícil convencê-los em mudar. 


Essa é a uma parte que sobrou da Muralha de Pamplona. Assim que você chega na cidade, percebe que em vários pontos ela é rodeada por muros altos. No século XI era a muralha que separava Pamplona de outras cidades e a defendia da guerra com os estados vizinhos. Essas aberturas pequenas nos muros são onde se posicionavam os canhões de guerra.



Eu e minha camiseta do Kukuxumusu: We  Kukuxumusu 



 Eu sei que estava de casaco preto, mas em 30 minutos estaria deixando a cidade então me deixei levar, até porque precisava devolver o casaco vermelho. Esse artista aí recortava a silhueta das pessoas em um papel... simplesmente incrível!


 Medo do resultado...

Fala sério, sou euzinha cagada e cuspida nesse recorte, até meus cílios grandes o cara fez! E o Eder tá igualzinho também, saiu até a barba dele no papel.

Ali no cantinho tinha um palco onde rolava shows de música e dança o dia inteiro.
 
Com fogos começa, com fogos acaba. E assim foram 15 minutos de céu colorido na minha última noite em San Fermín.


Eu sempre escrevo muito nas postagens sobre o País Basco, mas continuo com essa tag porque vocês sempre pedem pra eu não parar, então espero que não se importem com a pseudo aula de história que acaba acontecendo por causa das grandes explicações. Eu adoro posts de viagens e que me fazem ter vontade de conhecer lugares novos, espero que eu também esteja despertando esse gostinho em vocês.
Pra saber mais sobre o País Basco, é só clicar aqui.


Um beijo e chega de reclamar da segunda-feira, ok? Ótimo dia pra vocês 
Ah, essa semana tem post de make!


4 comentários:

  1. amei o post <3 e sim estou apaixonada por esse oculos ♥.♥ rs

    ResponderExcluir
  2. Que legal! Adorei a arte do cara, ficou tipo, perfeito por ser corte! Hahah, e estou apaixonada por óculos de coração, te invejei rs
    Beijao
    Emi.

    The Chata Cherrie
    Like?

    ResponderExcluir
  3. È bom, assim apredo um pouco mais sobre outros paises nè? achei interesante uam festa de 9 dias, meu isso è demaisss! hahaha mas não era que jogavam vinho? vc ta toda limpinha? rsrsr

    ResponderExcluir
  4. Eu amei a cidade de San Fermín, e suas pseudo-aulas de história!
    parabéns pela viagem, o lugar é lindo!
    bjsss

    ResponderExcluir

Feel free to leave your message!
Obrigada pela visita e volte sempre ♥