4 de jul de 2013

Indicação de Filme: Sou louco por ti

Desde que tenho 13 anos uma das minhas maiores alegrias é dormir na casa da minha amiga Lígia. É incrível pensar que esse costume continua mesmo depois de quase 10 anos! A gente sempre fica fofocando e divagando sobre a vida, e no final da madrugada eu peço pra ela me fazer um patê de atum e ela faz reclamando dizendo que é a 'última vez que faz isso pra mim'. Depois assistimos um filme (ou dois, três...) até pegarmos no sono. 
Esse sono sempre se dá por um único motivo: somos aquele tipo de pessoa que escolhe o filme pela capa. E sempre acontece de ter um filme ruim que faz a gente dormir rapidão. Eis que a minha amiga que sempre escolhe filmes chatos cumpriu seu devido papel e há uns 30 dias atrás comprou um filme que de tão boring me fez brigar com ela pela péssima escolha e dormimos depois de uns 10 minutos assistindo a ele.
Ok.
Daí ela ontem ela me conta que terminou o tal filme e adorou tanto que me convenceu a vê-lo também. E aqui estou, na casa dela (que inclusive acabou de pegar no sono assistindo um filme super chato que ela mesma escolheu) pra escrever sobre uma série de coincidências que surgiram sobre ele.
Não vou falar sobre a história do filme. O google tá aí pra isso, cheio de sinopses pra dar. Essa é a história da minha história com o filme.

Vamos lá.

Esse é o filme. Olá, filme!

Capa original. Beeeeem melhor, né.

30 dias atrás. Eu e Lígia escolhemos uns filmes pra assistir na casa dela numa sexta a noite, como de costume. Pra nossa infelicidade ele era dublado e sem opção de legendas, e pra piorar ele começa da forma mais sem noção possível. Meu primeiro comentário foi: Nossa, parece até aquele livro "Desculpa se te chamo de amor" do Frederico Moccia (o começo desse também é idiota).




Voltamos pra 2012. Av. Paulista, banca de revistas na frente ao Safra, esquina da Agusta. Vejo um livro todo colorido com uma plaquinha de "promoção" e compro. Mais tarde ele se tornaria o melhor livro de romance que já li na vida (mas essa informação não é importante pra esse momento). Ao lado dele tinha outro livro colorido, do mesmo autor. Leio a sinopse atrás e parecia que se tratava de uma continuação. Por isso, não levei.
Quando digo no twitter sobre a compra, minha colega Nates (@_nates) me recomenda um livro desse mesmo autor, dizendo que a fez chorar muito de tão lindo, e que eu realmente deveria lê-lo. Guardei a informação e segui a vida.

Volta pra 2013: Cenas finais do filme. Em determinado momento uma personagem diz "Foi você que fez uma declaração três metros acima do céu?". Minutos depois o filme acaba. Eu e Lígia vamos buscar fotos do ator principal (que se chama Mario Casas e é muito lindo estamos apaixonadas) e ela volta pra uma cena no início do filme. Estava escrito na abertura: "baseado no livro de Frederico Moccia."

WHAT?

Sou louco por ti era o nome do livro que eu vi na banca mas não levei porque parecia ser uma continuação de outro. O livro que a Nates me indicou se chama Três metros acima do céu. É a frase dita pela personagem. E é justamente esse o livro que antecede o "Sou louco por ti"!


Sei lá, foi engraçado minha cara de espanto quando eu percebi que a minha cara de 'conheço essa história de algum lugar" tinha valido a pena. Desde que a Nates me recomendou o "Três metros sobre o céu", já li várias resenhas sobre ele e sobre o "Sou louco por ti", só que nunca diziam que os livros se completavam. 
Mas a história do filme é bem adaptada. O livro se passa em Roma já o filme em Barcelona. E alguns personagens tem outros nomes também.

Gin e Hatchie, que no livro são Gin e Step (tudo a ver Hatchie com Step não é mesmo?)

Bom, depois de uma história longa e completamente desnecessária, venho lhes dizer que fica aí uma belíssima recomendação de filme romântico. Só não vou dizer que ele é teenager porque tem umas cenas de sexo explícito que nossa senhora é realmente uma beleza... Portanto tirem as crianças da sala pra se divertir. 



Mesmo sem ter lido nem assistido o primeiro livro/filme que é o "Três metros sobre o céu" consegui entender muito bem a história do "Sou louco por ti". Muita coisa fica vaga e sem sentido no final, mas acho que é normal quando se trata de um livro com uma história muito detalhista e com muitos personagens.


É isso. Tô empolgada que a minha amiga tá perto de mim de novo e quero aproveitar ao máximo poder assistir filmes e depois dormir nessa cama gostosa dela (sem segundas intenções, por favor).
Aproveitem pra me dar bastante indicações de filmes legais que tiveram algum momento interessante pra vocês (podem ser idiotas como esse meu, não tem problema). 


Um beijo e boa semana!


5 comentários:

  1. aaah esse filme é uma gracinha, assisti há um tempo mas não tinha ideia que era baseado em um livro! vou anotar a dica e ler os dois!
    você já assistiu o filme de 'Desculpa mas te chamo amor' ?? é beeem legal também,e tem a continuação, nao sei o titulo em portugues mas o original é Scusca ma ti voglio sposare. Beijoo xx :)

    ResponderExcluir
  2. Agora to curiosa pra ler os livros e ver o filme, obrigada por isso
    Eu até te recomendaria algum filme, mas não sou boa com isso :(

    http://novembroinconstante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olha, confesso que vim aqui antes, li o post e fui assistir ao filme! To voltando agora, minutos depois de ter terminado, e eu adorei, sério mesmo... Eu adoro romances, confesso de novo, e esse foi tão fundo, tão tão que nem sei.
    Eita, tava precisando de um filme assim!!
    Obrigada pela dica, Vanessa.
    Beijoss

    ResponderExcluir

Feel free to leave your message!
Obrigada pela visita e volte sempre ♥