20 de jun de 2017

Amsterdam, antes e depois

Depois de 11 horas de viagem, finalmente estava em continente europeu, mas não ainda no destino final. Como a passagem pra Bélgica estava muito acina do meu orçamento, tive a ideia de comprar a passagem pra Amsterdam, que por ser um destino mais popular estava bem mais barata. E assim eu fiz.
Cheguei em Amsterdam no dia 17 de abril, cansada, com fome, e com um frio que nunca havia sentido antes. Não imaginava que em plena primavera eu iria precisar de cachecol, luvas, meia calça e 4 suéteres. Por isso, a primeira coisa que precisei fazer assim que cheguei em Amsterdam foi ir comprar roupas de frio, e só depois de já estar bem agasalhada é que saí pra conhecer um pouco da noite na cidade. 
Saí daquela multidão de turistas no centro e fui andando em direção aos bairros mais afastados. Passei pelos mas lindos canais da cidade, vi tulipas por todos os lados, andei pelo Red Light District (e confesso que assustei um pouco com toda aquela banalização do corpo feminino) e é claro, comi o famoso "space cake" (eu tava em Amsterdam né gente? precisava aproveitar a maconha liberada). Fui pro hotel dormir e no outro dia antes de viajar de novo eu dei mais uma volta na cidade. 
Eu estava anestesiada. Desolada. Completamente perdida. Eu andava olhando a cidade com uma sensação estranha, sabe? Um frio na barriga, um medo de "e se não der certo"... 
Me lembro de ter ficado praticamente muda durante as 24 horas que estive em Amsterdam. A ficha que eu apostei largando toda a minha vida pra trás no Brasil finalmente tinha caído, mas eu não sabia direito o que pensar. Eu só fui existindo, ali, naquele lugar lindo e congelante, sem ter a menor ideia do que a vida ia me reservar dali pra frente.
E realmente, eu não sabia... Como por exemplo? Voltar à Amsterdam exatamente 2 meses depois, no dia 17 de junho, com a minha amiga que conheci por causa deste blog há mais de 5 anos, a Sofia Chang. Quando eu iria imaginar que um dia isso pudesse acontecer???
Como nós duas já conhecíamos os pontos turísticos da cidade, resolvemos ir juntas visitar o museu Van Gogh e a exibição do Martin Escorsese no Filmeye Museum. Infelizmente dessa vez o tempo não estava tão agradável, o céu estava bastante nublado, mas como ficaríamos dentro dos museus o dia todo não havia tanto problema. Curtimos as duas atrações com calma, almoçamos num restaurante muito gostoso em meio ao Museumplein e ainda fomos bater perna pelo centro, onde terminamos nosso roteiro com um vinho delicioso no bar do The Hoxton Hotel. Muito finas sim! 
Amsterdam é uma cidade encantadora, seja no verão ou na primavera, céu nublado ou céu azul. E voltar na companhia da Sofia me fez perceber o quando eu cresci e amadureci como pessoa - desde que conheço ela e desde que cheguei aqui. Até nas fotos é nítida a diferença do meu olhar! E fico muito feliz por isso.
Um brinde aos nossos blogs, à nossa amizade e à cidade da minha cerveja favorita! 
IMG_0263 IMG_0260 IMG_0340 IMG_0358 IMG_0380 P1040535 P1040548 P1040549 P1040555 P1040543 P1040579 P1040575 IMG_0691 P1040572 IMG_0688 IMG_0728 P1040588 P1040608 P1040601 IMG_0689 P1040595 P1040616 P1040622 P1040619 IMG_0694 IMG_0729 IMG_0730 P1040626 P1040667 P1040634 P1040644 P1040648 IMG_0731 IMG_0732 IMG_0725 IMG_0717

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feel free to leave your message!
Obrigada pela visita e volte sempre ♥