17 de abr de 2013

Resenha: O Teorema Katherine




   Se alguém me perguntasse se vale a pena comprar o novo livro do John Green, minha resposta seria: existem outros melhores. O Teorema Katherine é um livro legal, engraçado e meio intelectual pelas várias referências que faz à grandes artistas. E só. Achei muito estranho ter entrado em uma das maiores livrarias de São Paulo procurando por ele e tê-lo achado lá no segundo andar, meio escondido e bem longe do sucesso anterior do mesmo autor, “A Culpa é das Estrelas”.  Mas, depois da leitura, até posso entender o porquê.
O Teorema Katherine conta a história de Colin Singleton, um garoto que aos 3 anos de idade foi considerado como superdotado e como todo bom nerd, passou a vida toda na escola sofrendo de bullying. Colin é o típico melodramático pé no saco que deita com a cara no tapete e fica ali por horas choramingando o amor perdido, mas o que faz dele um personagem interessante é o fato de que ele teve 19 namoradas, TODAS chamadas Katherines (com essa exata grafia) e não, não foi de propósito.  A última é inclusive a culpada da maior desilusão da vida de Colin, deixando-o em migalhas e fazendo com que ele deseje desesperadamente se tornar uma pessoa importante: e é com o Teorema Fundamental das Previsibilidades das Katherines, onde é possível prever o Terminante e o Terminado de um relacionamento, que o garoto pretende ter o seu momento "eureca" e reconquistá-la.
E quem tira Colin dessa depressão total é Hassam, seu melhor e único amigo, um gordinho muçulmano que enfia o garoto prodígio em seu carro (apelidado carinhosamente de "Rabecão de Satã")  e os dois partem pra uma verdadeira aventura em busca de qualquer coisa que os faça se sentirem melhores. E é quando param na cidade de Gutshot, a fim de visitar o túmulo do arquiduque Francisco Ferdinando, que a vida dos dois passa a ter um novo rumo: Lindsay e sua mãe Holly são as responsáveis por mostrar aos dois garotos toda a emoção que uma cidade do interior é capaz de ter.
O desenrolar da história é bem engraçado, dei muitas gargalhadas e tive uma relação de amor e ódio com Colin. Pessoalmente, achei o personagem muito meloso e dramático. Se não fosse por Hassam e seu humor extraordinário, acredito que o livro seria muito chato.  Ah, e vale a pena alertá-los sobre o final: eu soltei um grito indignada quando percebi que “bem ali” o livro tinha acabado.



Título original: An Abundance of Katherines
Autor: John Green (apêndice de Daniel Biss)
Tradução por: Renata Pettengill
Editora: Intrínseca
Páginas: 302



P.S: Essa é a minha primeira resenha, feita por mim mesma sem copiar nada da internet (foi assim toda a vida na escola) portanto espero que vocês gostem! E obrigada a Larrisa (@_larissaoa) e a Camila Ribas (@camilaribasr) que me ajudaram na revisão.

7 comentários:

  1. HAHAHAHHAHAHAHAHHAAAH eu também tenho essa dificuldade com a livraria malpaga, a idéia é fazer tudo da minha cabeça também. é difícil não dar um google na parte "temática" eheheh. Achei bem legal, é bom fazer umas leituras assim de vez em quando. O "a culpa é das estrelas" você curtiu né? tá na minha lista

    ResponderExcluir
  2. Adorei A culpa é das estrelas, é um dos meus livros favoritos!
    quero muito ler algo do john green, como o quem é você, alasca? e o will grayso, will grayson, mas nunca achei pra comprar nenhyum dos dois. #xatiada.
    Ia comprar o teorema katherine esperando que fosse tão genial quanto a culpa é das estrelas essa semana, mas essa resenha acabou me abrindo os olhos. Vou comprar os outros livros da minha wishlist primeiro! obrigada ♥
    http://ahasagata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Estou louca pra ler alguma coisa do John Green. Já tinha ouvido falar que o Teorema Katherine não era muito bom, mas elogiaram muito o Quem e você, alasca? e me deu muita vontade de ler.

    ResponderExcluir
  4. Este livro foi o primeiro do John Green que li. Depois dele nem tive ânimo pra ler outros rs.

    Boa resenha!

    ResponderExcluir
  5. Quando li A culpa é das estrelas, me apaixonei pelo livro, quando soube que eles lançariam outro livro dele fiquei tentada a comprar, mas decidi seguir a wishlist que bolei no começo do ano, vejo agora que isso não foi uma coisa ruim. Mas ainda assim quero ler este novo livro dele.

    http://crazy-costumes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha Van! Pena que não li antes de comprar ele! Fui na livraria atrás do "Quem É Você Alasca" que vc me recomendou, mas não tinham e resolvi comprar esse que ouvi falar bem. Espero que não seja uma grana total perdida, enfim.
    Faça mais resenhas!

    ResponderExcluir
  7. Não li o best seller dele, e confesso que esse último chamou mais a minha atenção, e confesso que tbm sou do tipe de Colin, babo pelo nome, mas prefiro Katherina rs
    Quando tiver uma grana comprarei <3

    Con amore, Donna Yellow ♥

    maybe yellow /Loja

    ResponderExcluir

Feel free to leave your message!
Obrigada pela visita e volte sempre ♥